Luto

Os trâmites necessários para registrar um óbito

Quando perdemos um ente de nossa família ficamos perdidos, com os sentimentos abalados e ainda temos que tratar de trâmites importantes para o sepultamento, ou mesmo serviços de cremação do óbito.

Muito importante ter uma empresa de confiança ao seu lado, para que todos os procedimentos sejam realizados corretamente, infelizmente, mesmo se tratando da dor do próximo ainda temos empresas que não lidam corretamente com os trâmites prejudicando posteriormente documentações e até mesmo o sepultamento.

Há muitos documentos e passos a seguir; primeiramente precisaremos da Declaração de Óbito, emitida pelo médico, onde contém os dados do falecido e a causa morte; com esta o familiar pode entrar em contato com uma Empresa Funerária para iniciar a contratação dos serviços.

Normalmente as empresas funerárias funcionam por 24 horas, sendo assim a qualquer hora podemos nos dirigir a uma agência e realizar a preparação da certidão de óbito, este documento deve ser preenchido por funerárias, em horários onde os cartórios não ficam disponíveis. Para este documento os documentos pessoal do falecido serão exigidos, como: Rg, CPF, Certidões de casamento ou Nascimento, Cartão Inss entre outros, é sempre importante agrupar o máximo de documentos para que não ocorra nenhum erro.

Atenção, todos os trâmites de declarações por primeira via são gratuitos, somente a partir da segunda via que o documento deve ser cobrado pelo cartório. Com este documento é que os familiares irão resolver assuntos como inventários e baixas em aposentarias, pensões etc. Sempre confira este documento. Leia e faça a releitura para nada sair errado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *